Notícias

Mais de 5 mil pessoas, de 186 localidades assistidas pela “Operação Carro Pipa” estão sendo prejudicadas pela Cagece em Aurora

As repetidas interrupções no fornecimento de água junto a população de Aurora, provocadas pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) a muito tempo que deixaram de ser novidade.

Mesmo pagando as contas rigorosamente em dia, a falta d’água é algo constante e afeta desde consumidores residenciais até empresariais e por incrível que pareça; ultimamente até quem vive na zona rural tem sido prejudicado.

Pois bem. Apesar de não serem usuários da Cagece, a população de 186 localidades, ou simplesmente mais de 5.000 pessoas assistidas pela “Operação Carro Pipa”, do Exercito Brasileiro, em Aurora são beneficiados diariamente com água fornecida pela companhia, através da distribuição feita por sete caminhões pipas, que socorrem essas comunidades em um momento crítico, que se agrava a cada dia, graças ao quarto ano seguido de seca, completados agora em 2015.

Atualmente, cinco caminhões fazem a distribuição de água nas 186 localidades, por meio da Operação carro Pipa. Além destes, um caminhão da prefeitura e outro agregado auxiliam no abastecimento de escolas e postos de saúde da zona rural, captando água desse mesmo ponto.

Na última sexta-feira (30) nossa reportagem esteve no Centro Social Urbano (CSU), na Vila Paulo Gonçalves, onde os caminhões pipas realizariam a captação da água que deveria chegar às cisternas de moradores da zona rural naquele dia, que, no entanto, tiveram que aguentar um pouco mais. A situação só foi normalizada depois de meio dia.

O problema da vez, era o “registro de água de 60mm” que havia quebrado e por isso impedia o carregamento dos caminhões, que se enfileiravam a espera de uma solução.

Percebido o problema, funcionários ligados à administração municipal trataram de entrar em contato com o escritório local da Cagece, solicitando a imediata troca do registro, alertando a empresa, inclusive, da gravidade do problema, já que milhares de pessoas estavam sendo prejudicadas naquele momento com o simples problema.

No entanto, a resposta dada pelo escritório local da Cagece foi de que a empresa não disponibilizava do registro e que o problema só deveria ser sanado após o feriado de finados, ou seja, nesta terça-feira (03).

Não contente com o tratamento, que, aliás, tem sido semelhante a qualidade do serviço prestado, ou seja, de péssima qualidade por parte da Cagece, o prefeito Adailton Macedo precisou entrar em contato com o diretor regional da companhia - Dr. Galba Batista, que autorizou a instalação da peça. Sendo a compra do equipamento teve que ser efetuada pela prefeitura, em Cajazeiras-PB, o que seria de total responsabilidade da própria Cagece.

Pois não é que na manhã de hoje (terça-feira, dia 03) o problema voltou a ocorrer? Mais uma vez em contato com a Cagece, a resposta foi a mesma: “Não disponibilizamos do registro”. E novamente a prefeitura adquiriu um novo registro para o local.

Segundo relatos, problemas como este se somam a muitos outros existentes na cidade. O principal deles é a falta d’água em toda a cidade, provocada na grande maioria das vezes por canos estourados. Consequência desta ineficiência da companhia, é que cada vez mais se percebe o quanto desperdiça água a Cagece.

Isso mostra o tamanho da incompetência desta estatal, pertencente ao Governo do Estado do Ceará, que cobra muito caro pelos seus serviços, na mesma medida que falta com sua obrigação até em questões simples de se resolver. Falta compromisso.
ASCOM -PMA
RENATO BRITO

 

Deixe seu comentário

Prefeitura Municipal de Aurora

Localização

AV. ANTÔNIO RICARDO, 43
CENTRO - 63.360-000
AURORA - CE

Redes Sociais