Notícias

Aurora completa 133 anos de emancipação cívico-política, nesta quinta, 10 de novembro

Data: 08 de novembro de 2016

Em alusão as comemorações alusivas aos 133 anos de emancipação cívico-política do município de Aurora, data que será celebrada oficialmente nesta quinta-feira, 10, a administração “Aurora no Rumo Certo”, do prefeito Adailton Macedo deflagrará uma singela programação.

É importante lembrar que o Brasil atravessa uma das maiores crises da sua história, principalmente as prefeituras que sobrevivem basicamente dos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), que, aliás, vem sofrendo constates cortes por parte do governo federal, portanto, inviabilizando as administrações.

Em Aurora, o prefeito Adailton Macedo tem administrado com muita responsabilidade, isto é, priorizado as prioridades.

PROGRAMAÇÃO: 05:00 h - Alvorada festiva com a Banda de Música Senhor Menino Deus, pelas principais ruas da cidade; 08:00 h - Hasteamento dos pavilhões, no paço municipal; 20:00 h - Retreta com a Banda de Música Senhor Menino Deus, na Pracinha do Menino Deus; e as 20:30 h - Festival de música juvenil na Praça do Menino Deus.

Conheça um pouco da nossa história

Criado pela Lei 2.047 de 10 de novembro de 1883 o município de Aurora é por isso mesmo detentor de um dos mais ricos e significativos passados históricos da região Sul caririense, de onde se destacam os trágicos acontecimentos ocorridos entre dezembro de 1908 e meados de 1909, quando a então Vila de Aurora foi invadida e saqueada por bandoleiros, a mando de potentados do Cariri. Aurora é ainda a terra natal de figuras notáveis e emblemáticas, a exemplo da célebre Marica Macedo, o poeta Serra Azul, o pintor Aldemir Martins, o cantor Alcymar Monteiro, o literato Hermenegildo de Sá Cavalcante, o escultor Nego Simplício, o padre Fco. França e a própria Dona Aurora antiga proprietária de uma taberna às margens do rio de cujo topônimo se tornou possível trocar-se o nome primitivo de Venda para o atual de Aurora.

O município possui cerca de pouco mais de 30 km do seu território cortado e banhado pelas “águas doces e férteis” do Rio Salgado, que inclusive, divide a cidade/sede quase ao meio no sentido Sul-Norte; indo desaguar no Jaguaribe já nos limites do município de Icó. Cumpre destacar igualmente que Aurora se notabilizou a partir da década de 20, devido construção e inauguração da sua estação ferroviária; fato ocorrido em 7 de setembro de 1920, sendo, por conseguinte, a 1ª e mais importante estação da região, uma vez que as de Juazeiro, Missão Velha, Crato e Ingazeiras só vieram a ser edificadas anos depois. Por conta disso, Aurora ficou durante muito tempo sendo o entroncamento final do ramal da rede ferroviária cearense (RVC). Deste modo acolhia todos os viajantes de parte da Paraíba, bem como do baixo Cariri que vinham pernoitar na cidade à espera do trem no sentido de chegar à capital.

Durante muito tempo Aurora pôde extrair da terra o seu ouro branco - o algodão, uma antiga atividade agrícola propulsora da economia aurorense que junto à existência do trem marcou significativamente a vida e o comércio do município num passado recente. Foi assim. Era assim. Hoje Aurora se ressente tanto da economia algodoeira quase inexpressiva, dentre outros fatores pela praga do bicudo que a dizimou em toda região; quanto do restabelecimento do trem, cuja ausência tem causado além de saudades, um verdadeiro “peso morto” na lida cotidiana do povo e no progresso do município. *(José Cícero - Texto/matéria publicada originalmente na Revista Aurora/2008. Informativo da Asp-20 e Site Aurora-2007).

Tendo sua emancipação política alcançada oficialmente na segunda metade do século XIX, isto é, na distante data de 10 de novembro de 1883; a historia política de Aurora, foi absolutamente marcada por avanços e revés, sobretudo no que se refere a sua formação política. Mas com o máximo denodo e a perseverança como sendo algumas das suas marcas cotidianas, os aurorenses conseguiram por fim superar todos os entraves e os obstáculos desta longa marcha histórica que em novembro deste ano completará 133 anos.

Uma conquista pela qual todos os filhos e amigos desta terra deveriam se orgulhar, dentre outras coisas, pelo valor histórico e afetivo que tal passagem encerra na mais profunda de sua simbologia. Um marco cívico para poucos no Cariri, cuja data em sua essência deve ser festejada como uma das mais significativas conquistas da terra de Serra Azul, Herrmenegildo, Pe. França e Aldemir.

De modo que, movido por estes sentimentos de júbilo e de agradecimento aos aurorenses do passado e do presente; que com coragem foram e são até hoje, os autênticos construtores de uma Aurora alvissareira, robusta, moderna e cada vez mais justa para seus filhos. Uma Aurora que sorri para o futuro porque confia na fortaleza imbatível de sua gente. Uma cidade que já brilha por si mesma, dentro do contexto de crescimento, governança sustentável e modernidade. Portanto um dos bons exemplos para toda a região sul cearense.

“Se Aurora não existisse, a vida não faria o menor sentido. Ser aurorense não tem preço. Porque Aurora é esse sentimento de grandeza e de felicidade a embalar os corações do seu povo... Quem sabe o mais puro estado de espírito que sempre nos anima a seguir em frente...”
.............................
José Cícero
Secretário de Cultura e Turismo
Aurora-CE.
Da Redação do Blog de Aurora

 

Deixe seu comentário

Prefeitura Municipal de Aurora

LOCALIZAÇÃO

 AV. ANTÔNIO RICARDO, nº 43 CENTRO

 FONE: (88) 3543-1022

 

REDES SOCIAIS