Notícias

Por 6 votos a 5, Câmara de Vereadores desaprova contas de gestão do ex-prefeito, Carlos Macedo

Sob vaias e protestos de parte da plateia presente no plenário do Poder Legislativo de Aurora, neste sábado, 15, a Câmara de Vereadores desaprovou por 6 votos a 5, as contas de gestão, exercício 2001, do ex-prefeito de Aurora, Francisco Carlos Macedo Tavares.

Dos 11 parlamentares que constituem a Câmara Municipal, 6 optaram pelo parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), desaprovando as contas de Carlos Macedo, enquanto os outros 5 edis votaram pela aprovação do documento.

O plenário do poder legislativo aurorense acomodou simpatizantes das três alas políticas que concorreram as eleições de 2 de outubro deste ano, que consagrou o médico Júnior Macedo como o novo prefeito municipal de Aurora apoiado pelo atual gestor Adailton Macedo.

Feita a leitura de toda parte documental do processo, que já havia recebido o parecer desfavorável do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o ex-prefeito Carlos Macedo foi convidado a fazer sua defesa.

Dr. Carlos disse está sendo vítima de uma grande injustiça política, visto que mesmo diante de um parecer técnico desfavorável por parte do TCM, garante que em nenhum momento cometeu crime de improbidade administrativa, inclusive ressaltou que noventa por cento dos itens a ele atribuídos foram sanados.

Macedo disse que tudo o que resta pra ele devolver ao município é a quantia de R$ 11.705,10 (Onze mil, setecentos e cinco reais e dez centavos), conforme o estabelecido na divida ativa do estado. Porém, o Recurso de Reconsideração de Prestação de Contas de Gestão da Prefeitura Municipal de Aurora, exercício 2001, diz em seu teor que o gestor em questão sanou apenas uma das irregularidades, permanecendo as demais irregulares por falta de documentos comprobatórios.

A discussão do processo prosseguiu com o ex-prefeito de Aurora, Carlos Macedo, tentando de todas as maneiras sensibilizar a maioria dos vereadores concernente a prescrição do documento, porém, sem êxito.

Durante a votação do processo, Carlos Macedo foi convidado pelo presidente da casa, vereador Chico Henrique, a deixar o plenário da câmara, sob a alegação do mesmo está tentando obstruir a votação. Algumas pessoas da plateia também foram ordenadas por Chico Henrique a deixarem o plenário.

No final dos trabalhos, simpatizantes da oposição derrotada nas urnas festejaram a derrota de Carlos Macedo, que promete recorrer da decisão da Câmara de Vereadores. É importante frisar, que recentemente o Superior Tribunal Federal (STF) determinou que a partir de agora cabe as câmaras municipais julgar as contas públicas dos seus gestores.

Votaram pela desaprovação das contas os seguintes vereadores: Gerismar Pereira, João Aécio, Paulo José, Brasa, Edisío Leite e Chico Henrique.

Votaram pela aprovação das contas os seguintes edis: Olavo Batista (Olavão), Erivan Batista, Aderlânio Macedo, Iracilda Saraiva e Osasco Gonçalves.

Assessoria de Comunicação
Fotos: Luiz Neto

 

Deixe seu comentário




Prefeitura Municipal de Aurora

LOCALIZAÇÃO

 AV. ANTÔNIO RICARDO, nº 43 CENTRO

 FONE: (88) 3543-1022

 

REDES SOCIALS