Notícias

Gestão Municipal realiza processo de substituição de potes por tambores à famílias do Bairro Araçá

A Prefeitura Municipal de Aurora que tem como Gestor José Adailton Macedo, através da Secretaria Municipal de Saúde e da Coordenação Especializada de Vigilância Epidemiológica, que tem a frente o secretário de saúde, Raimundo Alexandre e o Biomédico e Gestor em Saúde Publica, Richard Luna, respectivamente, realizaram na manhã de terça-feira, 31, uma campanha pelo Bairro Araçá, o mais populoso da cidade.

A referida campanha teve como principal objetivo realizar a substituição de potes por tambores para armazenamento de água para consumo humano. Os tambores foram adquiridos com recursos da Prefeitura de Aurora e distribuídos gratuitamente à população do Araçá.

Segundo o Coordenador da Vigilância Epidemiológica, Richard Luna, depois de analisar os dados dos levantamentos dos índices do ano de 2016 que são realizados pelos Agentes de Endemias, verificou-se que uma grande parte dos focos com larvas e pupas do Aedes aegypti se concentrava em potes, e assim tomou-se a decisão por parte da coordenação de solicitar da prefeitura a aquisição de tambores com tampas para substituir os potes e assim eliminar esses tipos de criadouros, o que foi prontamente aceito e autorizada à compra pelo prefeito Adailton Macedo.

Foram distribuídos nessa primeira etapa da campanha 40 tambores de 60 litros. Na ocasião 40 potes foram recolhidos e destruídos. Richard ressalta ainda que para que a população recebesse o tambor era necessário que entregasse de livre e espontânea vontade o pote e que essa se comprometesse a limpar periodicamente e não se desfazer dos tambores, e que os agentes de endemias fiscalizarão as residências que receberam os equipamentos para verificar se estão sendo bem cuidado e se não foram trocados ou vendidos.

Ressalta ainda que nesse último ciclo de levantamento, o Bairro Araçá obteve indice 3,50%, com 81 imóveis com 97 depósitos positivos. Já no Bairro Centro o índice apontou 0,05% com apenas 01 imóvel positivo e 01 depósito.

Já na Vila Paulo Gonçalves este ficou com o índice de 0,22% com 01 imóvel positivo e 01 depósito positivo e pela primeira vez o distrito de Ingazeiras resultou como positivo com índice de 0,11% também sendo 01 imóvel com 01 depósito positivo.
Tendo como resultado final do ciclo 1,16% com 84 imóveis positivos com 100 depósitos positivos. Alerta ainda para os imóveis fechados que foram um total de 72, ou seja, 72 imóveis deixaram de ser inspecionados em todas as localidades que são trabalhadas, perfazendo um índice de 0,98%.

A Coordenação Especializada de Vigilância Epidemiológica tem trabalhado incessantemente as ações de combate ao Aedes aegypti durante toda a gestão de Adailton Macedo com palestras para os mais diversos públicos, realização de borrifação com as máquinas de fumacê, oficinas de construção de mosquitoeiras nas escolas públicas municipais, realização de mutirões de limpeza em áreas de risco e com o grupo de apoio no combate ao Aedes aegypti formado pelos universitários.
A prova disso pode ser verificada nos índices muito baixos de infestação do mosquito, assim como nos casos de Dengue que durante 2016 ainda não tivemos nenhum em Aurora. Existindo apenas 02 casos suspeitos de Chikungunya onde 01 caso veio importado do interior da Bahia e o outro do interior da Paraíba.

Coordenação de Vigilância Epidemiológica
Richard Luna
Fotos: Adriano Souza



 

Deixe seu comentário





Prefeitura Municipal de Aurora

LOCALIZAÇÃO

 AV. ANTÔNIO RICARDO, nº 43 CENTRO

 FONE: (88) 3543-1022

 

REDES SOCIAIS